Vacina: Anvisa cria programa para agendamento para emissão do CIVP

A Secretaria Municipal de Saúde informa que a Anvisa criou um novo sistema para agendamento e confecção do Certificado Internacional de Vacinas e Profilaxia (CIVP), que já está em vigor desde novembro.

A nova ferramenta para agendamento de atendimento no Poupatempo traz algumas facilidades, como agilidade no preenchimento, melhor adaptação para tablets e celulares e possibilidade de anexar documentos diretamente no sistema.

Portanto as pessoas que precisam do certificado internacional deverão acessar o site https://civnet.anvisa.gov.br/civnet/app/viajante , realizar o cadastro, criar uma senha, escolher o Poupatempo Bauru para realizar o agendamento diretamente no sistema.

As pessoas que já tinham agendado a emissão do certificado não terão nenhum tipo de prejuízo. Basta que compareçam ao posto no dia e hora marcados.

Todos os dados dos viajantes que já tinham pelo menos uma vacina anotada no antigo sistema migraram para o Civnet, o novo sistema. No entanto, no primeiro acesso ao novo sistema será necessário atualizar, por exemplo, a palavra de segurança para resgate da senha, já que este recurso não existia no sistema anterior.

Já aqueles que estão tirando o certificado pela primeira vez podem agilizar o atendimento fazendo a atualização do seu cadastro no novo sistema.

O novo sistema está sendo adotado em todos os postos de emissão do certificado, tanto nos postos da Anvisa como naqueles credenciados pela Agência.

Obrigatório

Para a emissão do documento, continua sendo obrigatória a apresentação de um documento de identidade com foto e o comprovante de vacinação, através da carteira de vacina.

Os usuários que tiverem qualquer dúvida sobre o novo sistema podem entram em contato pelos canais de atendimento da Anvisa pelo portal: http://portal.anvisa.gov.br/contato

Atendimento Poupatempo: de segunda a sexta-feira, das 08h às 17h e aos sábados das 08h às 13h (exceto nos feriados e pontos facultativos).

Documentos necessários:

• 01 documento oficial com foto + CPF;
• Carteira de vacinação contra Febre Amarela contendo:

  • Nome do vacinado,
  • Data da Vacina de Febre Amarela,
  • Número do Lote da vacina,
  • Fabricante,
  • Identificação do profissional vacinador (nome e nº do Conselho de Classe),
  • Identificação da Unidade de Saúde onde tomou a vacina.

O viajante deverá comparecer pessoalmente, exceto menores de idade, que podem ser representados por seus pais ou responsáveis legais.

Nos casos de uso de Procuração, a mesma deverá ter a assinatura reconhecida em cartório. Em caso de dúvidas, comparecer à Unidade de Saúde para conferir aos dados da carteira de vacinação.

Da Assessoria