O Departamento de Água e Esgoto concluiu no fim da noite desta terça-feira (5), por meio de empresa especializada, o reparo da tubulação da adutora rompida no início da manhã e que deixou cerca de 140 mil bauruenses sem o abastecimento de água. A normalização antes prevista para o período da manhã desta quarta-feira (6) foi revista e agora deverá ser durante a noite.

Conforme o Bauru Online adiantou, essa foi a segunda vez em 3 meses que este trecho da adutora foi rompido, por conta dos desgastes naturais da tubulação que carece de manutenções preventivas há anos. A adutora conduz água bruta da lagoa de captação do Rio Batalha até a Estação de Tratamento de Água (ETA).

O sistema Batalha / ETA, segundo o DAE, abastece bairros como o Jardun Ouro Verde, Jardim Ferraz, Granja Cecília, Jardim América, Jardim Estoril, Altos da Cidade, Centro, Vila Falcão, Independência, entre outros, numa população estimada de 140 mil pessoas.

Portanto, é reforçado o pedido à população de que se evite o desperdício de água, não lavando veículos, calçadas e quintais.

Solução

Em nota enviada pela assessoria de imprensa do DAE, foi informado que

“para resolver o problema, o DAE já concluiu a licitação para a compra dos anéis de vedação que serão utilizados nos tubos de ferro já existentes e que irão substituir a adutora de fibra de vidro do sistema Batalha/ETA, resolvendo de forma definitiva o problema. A previsão para execução desse serviço é de aproximadamente 60 dias”.